A proteção veicular é uma atividade relativamente recente e por isso muita gente ainda se pergunta se é seguro contratar. Se você leu nossas últimas publicações, especialmente o texto onde falamos o que é e como funciona a proteção veicular, deve saber que ela surgiu há várias décadas, mas só se popularizou há pouco tempo com a criação das Associações de Proteção.

Ganhando grande fatia do mercado de segurança patrimonial, as Associações despertaram a curiosidade dos motoristas e hoje em dia todos conhecem essa atividade que se destaca como alternativa ao seguro tradicional.

Com essa grande visibilidade e devido à falta de informação (e também à grande quantidade de boatos e desinformação) hoje viemos esclarecer de uma vez por todas essa questão: a proteção veicular é de fato segura?

Antes de mais nada

Antes de mergulhar no assunto, vamos deixar claro que trataremos sobre a segurança das Associações de Proteção Veicular.

Em outras palavras, a questão aqui não é sobre a possibilidade da proteção veicular funcionar como um seguro para o veículo. Pelo contrário! Nosso objetivo é esclarecer certos pontos que cercam a segurança, a confiabilidade das Associações de Proteção Veicular.

Vamos deixar para falar sobre as diferenças entre proteção veicular e seguro mais adiante, ok?

A segurança das seguradoras

Seguradoras são empresas que cobram mensalidades dos clientes para que, em caso de alguma eventualidade com o veículo, possam arcar com as despesas em caso de acidentes, furtos, roubos e outros incidentes que devem, obrigatoriamente, estar previstas na apólice do seguro.

Elas são regulamentadas por um órgão do governo e tem sua atividade fiscalizadas de perto devendo seguir o código de defesa do consumidor.

A segurança desse tipo de empresa é estabelecida e, via de regra, os usuários não têm problemas de seguradoras fechando por falta de solidez financeira.

O preço que se paga por isso é alto, haja vista a mensalidade cobrada pelas seguradoras e o valor normalmente altíssimo das franquias.

A segurança das Associações de Proteção Veicular

Quando passamos a observar a atividade das Associações de Proteção Veicular, o panorama é absolutamente diferente.

Temos um mercado pulverizado com muitas Associações surgindo e desaparecendo a cada dia. Isso significa que não é possível confiar em toda e qualquer Associação.

Para contratar uma proteção veicular de forma segura, é preciso tomar cuidado e observar uma série de detalhes. Vamos à uma breve lista…

Pesquisar sobre a Associação

Antes de se associar, procure conhecer os administradores da Associação. Ouça quem já é associado e procure saber o que ela gosta e principalmente o que deixa a desejar com relação à Associação.

Veja se são profissionais honestos, se têm algum problema com outros associados e também com a Justiça. Além de verificar com outros motoristas associados, busque informações sobre os benefícios que ela oferece.

Procure saber a respeito da legalidade da Associação, seu número de CNPJ, seu status, endereço físico, telefone fixo, formas de atendimento, etc.

Procure a opinião de associados, mas também procure ouvir parceiros e colaboradores. É sempre bom ter a opinião de todos os envolvidos na atividade.

Fale com um consultor da Associação

Os consultores são as pessoas ideais para te passar todas as informações acerca do serviço de proteção veicular.

Eles tem total conhecimento sobre o funcionamento da Associação e podem esclarecer qualquer dúvida sobre o nicho e também sobre a Associação dele em particular.

Fique atento pois, além de muito bem informado, possivelmente ele quer te ter como Associado. Por isso, pergunte também sobre os prazos e os requisitos para que a cobertura aconteça em caso de incidentes. Essas informações são vitais para alinhar suas expectativas à real entrega que a Associação promete.

Verifique as oficinas com as quais a Associação trabalha

Vale a pena conhecer os profissionais com quem a Associação trabalha.

É importante saber se o trabalho deles é bom, se possuem algum histórico de reclamações, etc.

Você não vai querer levar seu carro para uma oficina desqualificada, não é mesmo?

Essas são apenas algumas das formas de saber se a Associação é realmente segura.

Dedicaremos uma publicação inteira para falar desse tema mais adiante, ok?

Conclusão: as Associações de Proteção Veicular são seguras?

Com o grande número de Associações no mercado, a resposta para essa pergunta é uma só:

“Depende. Depende de qual Associação!”

Se você levar em conta que várias Associações fecham as portas por falta de solidez financeira e diversos outros problemas, vai chegar à conclusão que, para escolher uma Associação confiável, terá que pesquisar bem.

A boa notícia é que você não precisa encher seu carro de correntes! Você está no site de uma Associação sólida, atuante no mercado desde 2016 e que hoje, em Julho de 2020, conta com uma base de mais de 10.000 associados e em pleno crescimento.

Isso nos permite reduzir o custo da proteção veicular e comprova de forma cabal que existem Associações absolutamente seguras com as quais você pode proteger o seu veículo, seja ele uma moto de baixa cilindrada ou mesmo um veículo grande como uma van ou um caminhão.

Ainda tem dúvida sobre a segurança da Associação? Fale conosco! Temos uma equipe sempre pronta para responder suas perguntas e sanar qualquer questão que permanecer.

Trabalhamos com proteção de carros, motos e outros tipos de automóveis e esperamos que, na prática, consigamos te mostrar o quanto é seguro contar com a proteção veicular.

Grande abraço e até a próxima!